Gerir o trabalho durante as férias

Após meses de trabalho todos sonhamos com uns dias longe do escritório, do trânsito e das correrias diárias.

Para uma grande percentagem dos profissionais estar-se “incontatável”, ainda que esse seja o desejo, não sempre é possível. Constata-se que apesar de estarem fora da empresa não deixam de acompanhar os projetos em curso. E, com frequência, têm de atender o telefone e dar seguimento a assuntos. Tal acontece não porque se consideram imprescindíveis ou insubstituíveis mas porque essas são as “regras do jogo” e porque as empresas não podem parar.

Lamentavelmente, porque o período de férias é sempre curto, precisamos de vários dias até conseguirmos desligar. Então o que fazer aos emails da chefia com pedidos contínuos, aos SMS com questões e aos telefonemas para o telemóvel da empresa?

A resposta a esta pergunta tem, certamente, reações distintas: uns nem consideram a hipótese de levar a cabo tarefas profissionais no período de descanso, outros mantém-se em contacto duas ou três vezes por semana e outros trabalham continuamente. Questões como: “será que a empresa sobrevive sem mim?”, ou “a empresa não passa sem mim” levam as pessoas a aceder o email e a manter a atenção no telemóvel. Uns acedem a manter-se contactáveis pelas responsabilidades que têm, outros pelo receio de sofrerem consequências negativas ou até de serem substituídos depois de tanto se terem esforçado.

Entendo que é necessário desfrutar em pleno as férias, por isso, se é um dos visados com dias de sol agarrado ao computador, tente implementar as sugestões abaixo:

  • Comece a preparar a ida de férias um mês antes; nomeadamente se este exceder as duas semanas. Há decisões podem esperar dois ou três dias, mas semanas torna-se mais complexo. Grave informações relevantes, faça pontos de situação, envolva a equipa, partilhe contactos e prazos para os temas mais importantes. Isto fará com que os colegas não se sintam tão propensos a incomodar durante o descanso.
  • Implemente uma estratégia e faça escolhas concertadas. Se tem férias marcadas há muito, viagens compradas, hotéis marcados e a dois dias de partir lhe pedem para adiar as férias por causa dum projeto importantíssimo, uma das duas coisas terá de ser posta de lado. Organize a agenda de maneira a que uma situação não interfira na outra, nem acarrete custos excessivos.
  • Se é freelancer ou o dono da empresa pode sempre optar por ir de férias na época baixa para o seu negócio.
  • Deixe uma mensagem automática na sua conta de email informando a ausência.

Boas férias.

Susana de Salazar Casanova

Leave a Reply

Your email address will not be published.